Boa noite leitores, hoje falarei um pouco sobre o Bigurrilho, ou melhor … o Interruptor de Marcha Lenta. Esse é um post exclusivo para linha de carburados, especialmente focado no Weber 460.

Ele foi criado numa época em que a gasolina brasileira possuía mais qualidade, sendo assim em algumas ocasiões quando a pessoa desligava o carro na chave ele permanecia ligado, a fim de solucionar esse problema inventaram esse interruptor.

Local do interruptor de marcha no Weber 460 (obs.: está faltando o plug nesse da foto)

O funcionamento começa a partir que o carro é ligado (pós chave), ele tem um sistema interno que quando recebe a voltagem necessária retrai a ponta (válvula solenoide) permitindo a passagem de combustível no sistema de marcha lenta do carburador. Já quando o carro é desligado a ponta volta ao seu estado normal fechando o fluxo de combustível. Trata-se de um dispositivo eletromagnético.

Outra utilidade dele mais aprimorada disponível em alguns modelos carburados é o sistema cut off, através de uma central eletrônica que detecta a rotação do motor (através da bobina) e o sinal do pedal de aceleração, se o carro estiver engrenado e em movimento (cinética – condição de freio motor) aliado a um RPM acima de um nível mínimo, o sistema realiza o corte de combustível para economia e manter a câmara de combustão em temperatura adequada retomando o fluxo assim que o motor atingir uma rotação mínima e for usado o pedal.

Nesse caso a nomenclatura mais correta para ele é de Atuador de Marcha Lenta (presente em todos os veículos com injeção eletrônica, porém em alguns carburados ele não tem forma como atuador e sim Interruptor/Válvula Solenoide, pois apenas interrompe o fluxo para que o carro não permaneça ligado, por exemplo o Fusca antigo, Gol BX).

Curiosidade: O Fiat Oggi (1983-1985) foi o primeiro a trazer essa tecnologia.

 

Comportamento do sistema cut-off – Fonte

A seguir o modelo de Atuador de Marcha Lenta utilizado no Gol G4, detalhe que ele possui 4 fios.

Atuador da Marcha Lenta Gol G4 – 4 fios – Bosch

Já o seguinte é para Weber 460, possuindo apenas 1 fio.

interruptor da marcha lenta gol quadrado

Detalhes sobre o interruptor – 1 fio

É um sistema simples, porém caiu em desuso devido ao alto preço da peça original (as paralelas são péssimas) e a sua necessidade, pois a gasolina atual é de péssima qualidade com alto acréscimo de álcool, isso quando não há outras substâncias estranhas na receita. Reparem em quais postos hoje em dia você ainda sente cheiro de gasolina ?

Problemas que podem ocorrer:

  • Alguns problemas que a falha nessa peça pode ocasionar é o de problemas na marcha lenta (instabilidade), devido a falha da própria peça ou do cabeamento até o plug do interruptor que pode estar com mal contato.

Como testar ?

  • Para testar o funcionamento do mesmo pode ser feito com o carro desligado colocando o corpo do interruptor (local da rosca) no polo negativo da bateria e o plug (no final do fio) no polo positivo da bateria, ele deverá recolher a ponta. Caso a ponta não recolha recomendo a substituição, em outros casos use um parafuso tampão em sua substituição temporária.

Detalhe de carburador novo já sem o interruptor (parafuso no local)

Muitos carburadores novos já não vem mais com o interruptor para evitar esses problemas (devido a ser peça uma eletrônica) e diminuir o custo de produção, mas é interessante o seu uso para melhor aproveitamento de combustível em alguns cenários e por ser uma peça original do carro.

 

Carburador do Fusca – Bigurrilho à dir.

Em seguida o original do Weber 460

O modelo original para Weber 460 CHT Gol 1000 por exemplo é o 1AU 026.129.412 3d10

Este é mais um post da série Sem Marcha Lenta – Manual Completo. O site GolCHT recomenda manter sempre a originalidade completa do carro, sendo o intuito é conhecer um pouco mais sobre os componentes do seu veículo, se não souber o que está fazendo entre em contato com um profissional do ramo.

Ótima semana a todos !

##Atualização##

Após alguns meses o carro começou a apresentar falhas de ignição, quando estava fazendo a limpeza por fim vim a acabar acertando com a mão o fio da “Válvula Eletromagnética” (nome utilizado no manual de reparo). Como eu tinha guardado o parafuso que veio com o carburador, realizei a troca e a ignição voltou ao normal.

O parafuso possui pouco mais de 1cm de comprimento, rosca normal. Por fim algumas imagens do local aonde é instalado e do parafuso.

Anúncios