O Gol foi criado com o objetivo para ser o substituto ao Volkswagen Fusca, devido na época a tecnologia e a concorrência estavam crescendo (anos 70). O projeto é Brasileiro, pois os que eram importados na época não atendiam as necessidades brasileiras e condições de estrada, para isso era necessário uma plataforma mais resistente.

A primeira versão:

Gol BX (Gol Chaleira) – projeto com inicio em maio de 1975 inspirado no modelo Scirocco (baseado no Golf e mais tarde substituto do Karmann Ghia).

O nome:

Nome de esporte era usado como convenção em vários modelos da Volkswagen (Polo, Golf…) Gol foi escolhido por se adaptar a isso e a paixão por futebol do Brasileiro.

Primeira Geração:

Era Gol BX (1980 – 1986)

  • 1980 – Gol BX – Motor carburado de corpo simples, arrefecimento a ar (heranças do Fusca) – Combustível: Gasolina ou Álcool. Pista traseiro e dianteiro na cor laranja.
  • 1982 Gol Copa – Roda de liga leve, parachoque na cor do veículo, forração especial, farol de neblina e outros acessórios em homenagem a copa.
  • 1984 – Nova versão BX
  • 1985 – Novas versões S e LS – Motor com refrigeração a água (MD 270), 4 ou 5 marchas, faróis, grades, lanterna dianteira e para-choques idênticos ao Voyage. Agora com pisca alerta ao lado dos faróis. Estepe passa a ficar no porta mala, não mais no compartimento do motor.
  • 1985Gol GT 1.8 99cv, no ano seguinte usado o motor AP-1800. No vidro traseiro tinha a serigrafia GT em branco na parte inferior.
  • 1986 – Último ano do Gol refrigerado a ar.

Mudanças no Visual

  • 1987 – 1988 Faróis mais largos, frente mais baixa, para-choque maior (envolvendo o carro), nova grade (mais reta, com 4 divisões), acabamento preto (uma tira em cima e embaixo da grade e faróis frontais), lanterna traseira com suporte para 6 lâmpadas em cada lado.
  • Gol GT substituido pelo Gol GTS, alterado motor, passa a ter como opção somente álcool. Primeiro Gol a vir com aerofólio de fábrica.
  • Versão S vira CL e a Versão LS vira GL
  • Surge versão C em substituição a BX, modelo mais básico de todos (durou até 1988), motor 1.6, câmbio 4 marchas, cor branca e a álcool. Destinado a uso governamental.
  • Novo Painel: Simples baseado no Santana CL e o Satélite, mais sofisticado e presente nas versões Gol GL e GTS.
  • Retrovisores avançaram para a área do quebra vento.
  • 1988 – Gol GTI – Primeiro carro nacional com injeção eletrônica. Motor 2.0 (AP-2000i), somente gasolina e com 120cv
    • Gol CL começou a utilizar motor 1.6 CHT (Ford), o Gol ficou um pouco menos potente, porém com mais torque e maior economia de combustivel.
    • Gol GL – Permaneceu com motor 1.8 AP
  • 1989 – 1990 – Nascimento do Gol Star nas cores vermelho e branco. Forração especial, nos bancos, portas e laterais possuindo logo Star. Painel de instrumentos com conta giro e relógio digital. Motor AP-1800, gasolina ou álcool. Carburação e freios iguais ao do GTS. Faróis e lanternas do Gol GTI (fumê traseira, transparente na dianteira). Frisos cromados em volta dos retrovisores. Vidro verde, ar quente.
  • Acessórios e opcionais do Gol Star 1.8 – Rodas pingo d’água aro 14 (Gti e GTS), volante 4 bolas, farol auxiliar. Em 1998 sairia a 2 versão do Gol Star com motor AP 1.6, injeção Mi, aerofolio, faróis do Gol GTI com auxiliares, interior do veículo era básico, fabricado em 5 cores.

Segunda mudança no visual:

  • 1991 – Parte dianteira do veículo (faróis, grade, piscas) se tornam mais estreitos, pisca lateral na cor ambar, novas grafias nos emblemas.
  • Gol Gti – Novas cores (apenas Azul em 1988-90)
  • 1992 – Todas versões recebem catalizador (com direito a emblema na traseira)
  • Duas versões CL disponíveis, ambas com motor AE 1600.
    • Uma versão mais simples com pneus 155, sem relógio nem hodômetro parcial, volante de plástico rígido e revestimentos das portas de plástico.
    • Versão mais completa, interior parecido com do GL (exceto painel Satélite), revestimento das portas em tecido, pneus 175.
  • 1993 – Lançamento Gol 1000 – AE1600 vira AE1000, enquanto isso o Gol CL utilizava o motor AE 1600, devido a incentivos fiscais o Gol 1000 foi um dos carros mais vendidos pelo custo acessível.
  • 1994 – Para choque de toda linha Gol passa a ser cinza
    • Lançada última série especial Gol Copa
    • Último ano de fabricação da primeira geração Gol motor 1600
    • Gol 1000, mais simplificado nesse ano, friso lateral, ventarolas móveis se tornam opcionais, lanterna dianteira cor totalmente ambar presente até o fim da sua fabricação
    • Gol geração 2 (Gol Bola) é lançado perdurando até 2005
  • 1996 – Fim da fabricação do Gol 1000 e do Gol “Quadrado”
    • No fim do ano o Gol CL passou a ter como opção o motor AP 1600

Carro mais vendido do Brasil com 3,1 milhões de unidades vendidas, superando o Fusca além de permanecer por 25 anos na liderança do mercado automotivo brasileiro. Volkswagen (2013)

Fonte 1 Fonte 2

Imagem fonte

[the_ad id=”260″]